Afinal, o que é podcast e como funciona?

Entenda as principais características dessa ferramenta de comunicação que veio pra ficar

O podcast tem crescido no Brasil

Compartilhe

O podcast é um conteúdo em formato de áudio, como se fosse um programete de rádio. A parte “cast” da palavra, inclusive, vem de “broadcast” – palavra em inglês usada para se referir à difusão de comunicação de massa por rádio ou TV. Mas ao contrário dos programas de rádio, o podcast é gravado e disponibilizado na internet, geralmente de graça, em plataformas de streaming – e mesmo na ausência de internet, já que pode ser baixado e salvo no dispositivo. Pode ser ouvido no computador, no tablet e, principalmente no smartphone: uma parte importante do consumo de podcasts acontece em momentos de relaxamento, quando o usuário está dirigindo, no ônibus, correndo na esteira, numa noite de insônia, num domingo preguiçoso…

Talvez você nunca tenha ouvido um podcast, mas com certeza já ouviu falar de podcast. Os podcasts surgiram em 2004, na esteira da disseminação dos reprodutores de mp3 (especialmente o iPod, de onde o podcast empresta um pedaço do seu nome), mas caíram na boca, ou melhor, nos ouvidos do povo aqui no Brasil a partir de 2019, quando, seguindo o rastro de sucesso alcançado nos Estados Unidos, TVs e jornais brasileiros começaram a criar os seus próprios conteúdos no formato de podcast.  

Outra vantagem do podcast, e um de seus principais atrativos, é sua variedade, tanto em forma quanto em conteúdo. Os podcasts podem ser entrevistas, debates, bate-papos, histórias narradas. E sobre qualquer assunto: cinema, política, esporte, desenvolvimento profissional ou pessoal, atualidades e notícias… A periodicidade também é variável: os podcasts podem ser organizados em uma série limitada de episódios, ou serem mensais, semanais ou quinzenais, e cada episódio pode ter de alguns minutos a mais de uma hora.

Segundo o Spotify, o Brasil é hoje o segundo maior mercado de podcasts do mundo (o primeiro são os Estados Unidos). Dados de uma pesquisa Kantar Ibope indicam que 40% dos 120 milhões de internautas brasileiros (cerca de 50 milhões de pessoas) ouviram algum tipo de programa de áudio em 2019. E o mercado continua em expansão: de acordo com uma pesquisa do Deezer, em 2019 o consumo de podcasts cresceu 67% entre brasileiros. 

Além do grande público, os podcasts podem ser produzidos para audiência específicas – como os funcionários de uma empresa ou seus clientes. Nesse caso, o podcast se torna uma ferramenta de áudio marketing de comunicação corporativa, branded content ou publicidade. Com um formato que permite os mais variados direcionamentos, o podcast pode ser usado para ampliar o conhecimento do público sobre determinado tema, formar ou educar pessoas em relação a novos procedimentos, alinhar os colaboradores sobre a cultura da empresa, mobilizá-los para determinado objetivo ou simplesmente divertir e engajar.

Fale com a soupods e entenda melhor de que forma os podcasts e ferramentas de áudio podem complementar e melhorar a comunicação da sua organização.

Bitnami