search menu
play_arrow

keyboard_arrow_right

skip_previous play_arrow skip_next
00:00 00:00
playlist_play chevron_left
volume_up
chevron_left
  • Home
  • keyboard_arrow_right podNews
  • keyboard_arrow_right Joe Rogan: o podcast de 100 milhões de dólares

podNews

Joe Rogan: o podcast de 100 milhões de dólares

Eliane Leme 27/05/2020 34


Background
share close

A notícia do mês ( ou do ano? ) foi o acordo milionário de Joe Rogan com o Spotify. Por uma bagatela de 100 milhões de dólares a plataforma conseguiu exclusividade sobre o “The Joe Rogan Experience”. Os números astronômicos são extra-oficiais, mas de qualquer maneira ninguém discorda de que o anúncio tem enorme significado. Primeiro, mostra que o Spotify continua sua jornada de investimento pesado em podcasts. Em segundo lugar revela a escalada crescente da importância desses “shows” na indústria do entretenimento.

A divulgação do acordo nesta terça-feira disparou as ações do Spotify: acrescentou 1,7 bilhão de dólares ao seu valor de mercado em 23 minutos. O músico e crítico Ted Gioia apontou no Twitter que “um músico precisaria gerar 23 bilhões de streams no Spotify para ganhar o que Joe Rogan está recebendo por seus direitos de podcast”.

Joe Rogan Experience será do Spotify a partir de setembro

Joe Rogan, de 52 anos, vem da comédia stand-up nos EUA, mas já atuou também como ator. Faixa-preta em taekwondo e no jiu-jítsu, ele se transformou em comentarista de sucesso desde os primórdios do UFC, em meados da década de 90. Rogan aproveitou o ‘boom’ da internet para criar o Joe Rogan Experiente, podcast que o transformou em celebridade na mídia nos EUA. Ele já entrevistou convidados de Hollywood e também políticos importantes no cenário norte-americano, além de personalidades de diversas áreas.

Em entrevista a Bari Weiss, colunista do New York Times, Rogan deu uma explicação aparentemente simples para o sucesso do podcast: “ler ou assistir às notícias não é mais imersivo como era quando você se sentava na frente de uma TV da sala. Agora é uma experiência fragmentada, geralmente feita em um telefone celular.” Ele continuou: “Ninguém nunca pensou: precisamos orientar nosso entretenimento, nossa mídia, para as pessoas que cozinham, que correm, que caminham, que dirigem. Até audiolivros podem exigir muita reflexão. Mas um podcast não exige muita reflexão. Você fica cativado pela conversa. Uma das coisas sobre esse meio em geral é que é realmente fácil ouvir enquanto você faz outras coisas. “

Sigam a fórmula do sucesso.

Rate it
próximo episódio

comentários

este post ainda não tem comentários.

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *


Bitnami